Os TEXTOS que se seguem são pura FICÇÃO e qualquer semelhança com a REALIDADE é pura coincidência!
Este espaço permite-me dar-vos a conhecer todo o meu entusiasmo pelas palavras.


df @ 14:11

Ter, 03/03/09

Depois do repasto, fomos até à praia, que ficava a escassos metros de onde nos encontrávamos.

As estrelas apareciam timidamente por entre algumas nuvens que deambulavam na noite, com um ligeiro vento a soprar como companhia.

Passeámos pelo passadiço de ripas de madeira, sentindo a aragem gélida entre a pele e os ossos.

- Gostei da tua ideia, mas está frio - comentei.

- Queres ir embora?

- Não, não é isso. Só me estou a queixar... Esquece!

- Acho que tenho um casaco a mais no carro. Vou buscá-lo.

Estávamos ainda perto do estacionamento, por isso não demorou muito para que começasse a sentir o meu corpo mais quente.

- Estás melhor?

- Sim, obrigado. Estavas a dizer-me que te dás bem com o teu irmão. Eu acho que deve ser complicado trabalhar com familiares. No pouco tempo que ajudei a minha mãe, desentendi-me por várias vezes  com a minha irmã...

- Nós os dois somos diferentes, mas isso não pode nem deve interferir no trabalho. Não quer dizer que de vez em quando isso não aconteça, não é...? Ia-te perguntar o que tu fazes, já que a tua tia não conseguiu explicar-me, mas não quero falar mais de trabalho. Costumas ir a Bragança?

- Não. - Era a verdade. Detestava fazer a viagem e egoísta, preferia que fossem os meus pais a visitarem-me - Vou apenas em algumas épocas festivas, nas férias vou para um sítio bem distante de lá...

- Porquê? Já percebi que tens uma relação... como hei-de dizer... complicada com a tua irmã, mas e com os teus pais?

- Dou-me bem com eles, mas prefiro trocar com eles um telefonema do que uma visita pessoal. Não é por nada, acho que simplesmente me habituei a viver sozinha, a fazer o que quero, sem ter aquelas preocupações sufocantes em cima de mim... - respondi.

- Imagino que seja também por isso que não vais lá mais vezes... - disse, olhando para mim.

Desviei o olhar dele e falei:

- Preferia mudar de assunto, se não te importas. - Ora aí estava algo que optava por não dissecar: anos de discussões, ciúmes e acusações entre mim e a Tânia, a maninha mais nova.

- Acho que é difícil entre raparigas. As minhas irmãs, mais uma vez, meias-irmãs...

- Surpreendes-me de cada vez que falas na tua família!

- Pois... Elas também não se davam. Agora está melhor, mas volta e meia discutem...

- Tens de me dizer que família não tem os seus problemas...

 



DESAFIO

Coloquei-vos há tempos o desafio de darem um TÍTULO à nova história que se irá desenvolver nos próximos meses aqui. Ainda não vos dei muita informação, a não ser que as personagens se chamam Rafael e Juliana e que trabalham na mesma empresa. Conforme vou publicando os posts, certamente irão perceber que há muitos segredos para serem revelados...
Além do título, também espero que deixem nos comentários o vosso feedback.
Obrigado
A Gerência

A licença do blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.


Rubricas:

Além de uma nova história a decorrer no blog, acompanhem também a nova rubrica do blog 'PERDIDOS E ACHADOS DA VIDA', pequenos textos que incidem sobre... Leiam e descubram...

Pesquisa
 
Contacto
Mail:
contosepontos@sapo.pt
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
18
20
21

22
24
26
28

29
30
31


No baú...
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Citação do dia


Comentários recentes
Olá obrigada por me adiconares. Gostei mto de ler ...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Novo...
Obrigado pelos elogios.Volta sempre!Quanto ao próx...
Há uns tempos que aqui não vinha . . . nem aqui ne...
Muito bonitas as tuas palavras...também sou uma ra...
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
2 comentários
Eu escrevo para a...

Estou no...

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
blogs SAPO