Os TEXTOS que se seguem são pura FICÇÃO e qualquer semelhança com a REALIDADE é pura coincidência!
Este espaço permite-me dar-vos a conhecer todo o meu entusiasmo pelas palavras.


df @ 18:21

Sex, 28/11/08

Tempo de sair à noite. Acompanhada por velhos amigos e uma muleta, fomos até um barzito em Salgueiros.

 

Estar dependente de alguém é algo que eu evito, mesmo que isso se refira aos meus bons amigos. Verificar que param o carro mesmo ao lado do café para onde vamos, apenas por minha causa, é algo que me incomoda, mas mesmo assim eles fazem por isso.

 

É bom termos amigos, mesmo que isso implique que nos aborreçam com temas em que eu estou constantemente a matutar. Sim, ver que sou a única que não tem uma cara-metade...

 

- Já souberam que aqui a nossa querida amiga solteira e extremamente tímida anda a apreciar um belo homem de olhos verdes?

- A sério?! - exclamaram todos, aproximando-se mais da mesa, dirigindo toda a sua atenção para mim, com os seus olhares sedentos de fofoquices.

- Pára com isso. Não lhe liguem.

- Não, agora quero saber tudo - retorquiu a Verónica, a voluptuosa Verónica, que se mantinha sempre acompanhada por um homem diferente de meio em meio ano.

- Desculpa, não tenho culpa que o facto de não te conseguires apresentar, seja motivo de conversa. Estás sinceramente à espera que seja ele a vir ter contigo? - perguntou a minha amiga Sónia, que acompanhou de perto este suplício de prisão domiciliária.

- Talvez...

- Não comeces com essas respostas. Gostas do tipo, vai-te a ele.

- Não fales assim, Sónia.

- Agora deste para seres pudica??? Acho que tenho uma ideia, vou-te ajudar...

- Não, não vais fazer nada. Não te metas neste assunto.

- Que assunto? É que não há assunto.

- Meninas, meninas, parem! - acalmou a V. - Mas sinceramente, Ana, tu não eras assim...

- Posso deixar de ser o centro das atenções, por favor?

- Não - responderam todos em uníssono.

Que novela mexicana em que me envolvo sempre que há homem envolvido...

- Fazemos o seguinte, Ana, - retaliou a S. - da próxima vez que o vires no café, apresentas-te. Isso não implica que te envolvas com ele, podem ficar amigos... E nós não te chateamos mais com isso, poder ser?

- Talvez....  

 




df @ 15:13

Sex, 28/11/08

Fujo dos homens, mas não sei porquê.

Termino as minhas relaçoes antes de me poder magoar, mas não sei porquê.

Haverá alguma explicação por parte de um psicólogo?

 

Gosto de me sentir só em casa e sei porquê.

Gosto de me aconchegar no sofá e sei porquê.

Mas até quando?

 

Tenho consciência dos meus trinta anos.

Tenho consciência que a solidão e um gato malhado já não me satisfazem.

Tenho consciência que preciso mudar.

Mas isso implica que tomarei uma decisão?

 




df @ 00:30

Ter, 25/11/08

Hoje regressei ao trabalho.

 

Farta de estar em casa, voltei ainda dentro do período de convalescença.

 

O escritório permanecia igual. As mesmas caras, a mesma confusão de papéis em cima da mesa, o mesmo agrafador, as mesmas canetas... Tudo... Até eu me sentia igual desde que partira o pé.

 

Podia-se pensar que estas cinco semanas em casa deveriam ter-me dado tempo para reflectir na minha vida, mas não. Está tudo igual. Não me importo, gosto da minha vida assim. Simplesmente só.

 

Durante a manhã houve uma pequena reunião para eu verificar que tinha havido alterações na minha ausência (não percebi foram quais...), para eu perceber que a vida tinha continuado sem mim. Que novidade!

 

Bem, mas o meu trabalho como técnica de departamento de planeamento de uma empresa têxtil (nome pomposo...!) é aborrecido e o interessante era pensar que finalmente voltaria à minha rotina e isso significava voltar a frequentar aquele cafezito na esquina, onde eu gostava de ir lá antes de entrar no escritório e depois de sair. Era ao final da tarde que eu o via. Era o momento alto do meu dia.

 

Quem era ele? Seria mesmo aquela pessoa que eu pensava que era? Pelo menos tratava bem a funcionária que o atendia, já não era mau...

 

 




df @ 13:24

Seg, 24/11/08

Sonho. Imagino.

 

Não passa disso, porque a minha timidez em relação aos homens não me permite que ouse a entrar nas novas regras de conhecimento.

Não sou capaz - por mais que insistam comigo - de me aproximar daquele homem que eu penso que seja simpático e amistoso, daquele homem que eu vejo ser bonito, que eu vejo ter uns olhos verdes cativantes e uma pele morena suave, normalmente com a barba por fazer...

Assim, após estes meses de apreciação de uma mesa de café para outra, continuo à espera que seja ele a vir ter comigo, mesmo que eu nem sequer saiba se o tenho cativado ou não...

 




df @ 15:31

Sex, 07/11/08

- Estás bem? - perguntou a minha amiga, entre um pastel de nata e um galão.

- Sim.

- Estás à procura dele?

- Sim.

- Não o encontras?

- Não.

- Gostava de saber quem ele é. Só o conheço através das tuas descrições.

- Pois...

- Podes parar com esses monossílabos?

- Desculpa, mas estava com esperanças de o ver.

- Como consegues viver apenas com ilusões? Porque não te apresentas?

- Talvez....

 



DESAFIO

Coloquei-vos há tempos o desafio de darem um TÍTULO à nova história que se irá desenvolver nos próximos meses aqui. Ainda não vos dei muita informação, a não ser que as personagens se chamam Rafael e Juliana e que trabalham na mesma empresa. Conforme vou publicando os posts, certamente irão perceber que há muitos segredos para serem revelados...
Além do título, também espero que deixem nos comentários o vosso feedback.
Obrigado
A Gerência

A licença do blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.


Rubricas:

Além de uma nova história a decorrer no blog, acompanhem também a nova rubrica do blog 'PERDIDOS E ACHADOS DA VIDA', pequenos textos que incidem sobre... Leiam e descubram...

Pesquisa
 
Contacto
Mail:
contosepontos@sapo.pt
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
26
27
29

30


No baú...
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Citação do dia


Comentários recentes
Olá obrigada por me adiconares. Gostei mto de ler ...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Novo...
Obrigado pelos elogios.Volta sempre!Quanto ao próx...
Há uns tempos que aqui não vinha . . . nem aqui ne...
Muito bonitas as tuas palavras...também sou uma ra...
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
2 comentários
Eu escrevo para a...

subscrever feeds
Estou no...

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
blogs SAPO