Os TEXTOS que se seguem são pura FICÇÃO e qualquer semelhança com a REALIDADE é pura coincidência!
Este espaço permite-me dar-vos a conhecer todo o meu entusiasmo pelas palavras.


df @ 16:26

Sab, 18/04/09

A noite já tinha chegado e as temperaturas de Fevereiro ainda não eram assim tão amenas para usar a roupa que tinha no corpo, mas infelizmente tinha deixado o casaco no carro e tão cedo não me deixavam entrar em casa.

Depois das minhas palavras mais que cruéis, apesar de realistas, a minha mãe e restante companhia, escandalizada e magoada, ordenou ao Ricardo que me levasse até às traseiras, para o grande pátio.

- Subitamente o teu ar superior transformou-se em cansaço. Atreveria-me a dizer numa certa tristeza mesmo.

- Porque é que dizes isso? - perguntei, esfregando os braços com as minhas mãos, para atenuar o frio.

- Ora, entraste como se a pessoa que morreu te fosse estranha, depois embateste com a tua mãe e comigo daquela maneira... - retorquiu, despindo o seu blazer azul escuro e colocando-mo por cima dos ombros - Uma pessoa não é assim tão fria... Depois as mazelas notam-se todas no rosto... - ironizou.

- Pois. As más recordações fazem mal à pele!

- Espero que nem todas tenham sido más - falou, afastando-se ligeiramente, encostando-se à mesa de madeira, olhando fixamente para mim.

- Não, Ricardo, não foram. Talvez as consequências tenham sido más, não sei... O certo é que me sentia bem longe desta casa - admiti.

- E de mim...- lançou, dando agora um passo na minha direcção, permitindo que os nossos corpos quase se colassem.

- Isso é outra história - disse, deixando que ele se mantivesse ali tão perto de mim, os olhos castanhos-esverdeados fazendo lembrar o passado.

- Que preferes nem tocar no assunto.

- Pára de tentar terminar as minhas frases - afastei-o suavemente. - Só acho que não é o momento ideal para conversarmos sobre o que se passou.

- Especialmente porque já foi há muito tempo.

- Pára - refilei, deixando sair um pequeno sorriso - Foi há muito tempo, mas não me esqueci. Disso podes ter a certeza.

O Ricardo mirou o interior, de onde se vislumbrava a sala.

- As pessoas estão a começar a ir embora e eu também vou. A minha mãe deve ficar por aqui com a tua, mas o meu irmão já deve ter chegado da faculdade e como não vem aqui fazer nada, vou-lhe fazer companhia. Posso dar-te um conselho? - Anui e ele prosseguiu - Por mais desavenças que tenhas tido com o teu pai - e eu soube de algumas - tenta respeitar aquilo que a tua mãe sentia por ele e a dor que ela sente ao perder o homem com quem esteve casada mais de trinta anos. Contém a tua raiva e prepara-te para um dia ainda mais difícil.

Agora estava fechada naquele que outrora fora o meu quarto, depois do Ricardo me ter acompanhado até ao início das escadas para o segundo piso e me ter entregue a pequena mala de viagem. Aconselhara-me a não aparecer à frente da minha mãe, para não a perturbar mais e tomar um bom duche para me deitar depois.

Repentinamente sentia-me de novo uma criança.

 



DESAFIO

Coloquei-vos há tempos o desafio de darem um TÍTULO à nova história que se irá desenvolver nos próximos meses aqui. Ainda não vos dei muita informação, a não ser que as personagens se chamam Rafael e Juliana e que trabalham na mesma empresa. Conforme vou publicando os posts, certamente irão perceber que há muitos segredos para serem revelados...
Além do título, também espero que deixem nos comentários o vosso feedback.
Obrigado
A Gerência

A licença do blog

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.


Rubricas:

Além de uma nova história a decorrer no blog, acompanhem também a nova rubrica do blog 'PERDIDOS E ACHADOS DA VIDA', pequenos textos que incidem sobre... Leiam e descubram...

Pesquisa
 
Contacto
Mail:
contosepontos@sapo.pt
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14

19
22

26
27
28
30


No baú...
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


Citação do dia


Comentários recentes
Olá obrigada por me adiconares. Gostei mto de ler ...
http://asnossaspalavrasperdidas.blogs.sapo.pt/Novo...
Obrigado pelos elogios.Volta sempre!Quanto ao próx...
Há uns tempos que aqui não vinha . . . nem aqui ne...
Muito bonitas as tuas palavras...também sou uma ra...
Posts mais comentados
3 comentários
2 comentários
2 comentários
Eu escrevo para a...

Estou no...

Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
blogs SAPO